E a Petrobrás finalmente alcançou para o Brasil a autosuficiência, graças a excelente gestão do Governo Lula. Será mesmo?

Confesso que pelo lado da propaganda, o vídeo acima, tal como os outros da mesma campanha, realmente me fascina. Ótima a propaganda. Mas e o que se tornou a Petrobrás, afinal? Mero fetichezinho dos lulistas? Cabide de emprego? Um pouco de tudo isso.

Para quem não sabe, há tempos já se previa a autosuficiência para 2005, mas graças ao sonho de Lula de construir todas as plataformas em solo brasileiro, ele conseguiu dois fracassos: atrasar a chegada à autosuficiência e NÃO construir as plataformas em solo brasileiro, principalmente a gigantesca P-50, marco do 'feito'.

Depois dos fracassos, Lula Paz e Amor deu sinal verde para a gastança que fosse necessária para alcançar a bendita. Não sei especificar em números, Diogo Mainardi seria mais competente que eu para expressar isso, mas sei que a Petrobrás há mais de dez anos vem aumentando a produção petrolífera na casa de 4 a 5 por cento por ano, e no governo Lula esse número sempre esteve inferior à 1%; talvez com a exceção de agora, quando ele liberou toda a grana que fosse precisa, desperdiçando aos montes.

Resumindo, Lula não só não é o herói da autosuficiência como é o culpado pelos grandes prejuízos registrados nos últimos anos pela Petrobrás. Não há ninguém no governo atual que tenha uma mínima noção do que são projetos científicos e tecnológicos. Há apenas idealizadores sem idéias, que acham que tudo é tão simples quanto o assalto aos cofres da nação. O Governo Federal distribuiu um livro bem grosso com projetos relacionados ao Biodiesel. Um desperdício de papel, nunca se viu tantas idéias sem visão científica como aquelas, palavras do mestre Hugo, que está fazendo seu Doutorado em Ribeirão Preto exatamente relacionado ao tal biodiesel.

Coisas do país de um fanfarrão, tal qual o (pseudo)presidente Lula, que acha que governar um país é um jogo de mintirinha. Deixa o (pseudo)índio roubar a Petrobrás e diz que tá certo, com a ajuda do (pseudo)socialista Chavez. Tudo só poderia se passar num pseudo-país chamado Brasil.

Geraldo, Heloísa, Buarque, contamos com vocês!!!