Sim, eu descobri!

Pena que alguém tenha chegado antes de mim… Esse é o maior problema, depois de 50 séculos de civilização pensante, não há mais espaço pra novas idéias. Todas elas já foram pensadas. Se você pensou algo que acha que é bacana, sinto muito dizer-lhe, mas alguém já pensou isso. A única questão que resta é quão atrasado você chegou nesse mundo… Eu mesmo sinto fortes indícios de que cheguei muito atrasado.

A filosofia acadêmica e os filósofos gregos sempre buscaram a essência de tudo, o tal sentido pras coisas no mundo das idéias. E daí? E daí que eu nunca fui capaz de acreditar que existia essência. Eu era partidário de Heráclito, grego que disse

Não podemos entrar duas vezes no mesmo rio, pois suas águas se renovam a cada instante. Não tocamos duas vezes o mesmo ser, pois este modifica continuamente sua condição.

Mas como ele não havia formulado uma teoria em si, ainda deveria haver espaço para mim, não é? Não. Os zen-budistas chegaram primeiro. Foram eles quem tinham três princípios que já liquidavam essa idéia. Dois deles eram a impermanência e a não-substancialidade (ou seja, não é possível chegar a substância-mor do ser, a sua essência, pois ela não existe). Tempo de atraso: + ou – 2500 anos

Outra questão: amor tem muito mais de adaptação do que de sentimento. Como é possível constatá-lo? Um casal que se separa depois de 32 anos de casamento não fica triste por causa do ‘amor’ perdido. O maior problema é a adaptação, e não os sentimentos. Ok. Então consegui uma idéia original? Mais uma vez NÃO, cheguei atrasado.

Passei toda a noite, sem dormir, vendo, sem espaço, a figura [dela,
E vendo-a sempre de maneiras diferentes do que a encontro a [ela.
Faço pensamentos com a recordação do que ela é quando me [fala,
E em cada pensamento ela varia de acordo com a sua [semelhança.
Amar é pensar.

Alberto Caeiro chegou antes de mim. Amar é pensar, então… interessante. Mas dessa vez fui mais rápido. Tempo de atraso: 88 anos

Mas, então, se não há mais idéias a se pensar, até a idéia de que não há mais idéias a se pensar já foi pensada? Já. Não sei quem foi o primeiro a fazê-lo, mas devo estar uns 10 anos atrasado. Mais uma vez, atrasado.

Pois é. Mas alto lá. Então se tudo já foi pensado, quer dizer que já foi descoberta qual a razão para a existência humana? O que é felicidade? E, melhor, como atingi-la? Tudo, tudo. Mas…

(CONTINUA…)